Por Terras de Alenquer 2012

Por Terras de Alenquer 2012

A zona entre Alenquer e a Serra de Montejunto foi o palco natural escolhido pelo Clube Land Rover de Portugal para dar início ao plano de actividades previsto para este ano.
Embora próxima de Lisboa, a Serra de Montejunto continua a ser uma espécie de “ilustre desconhecida”, e por isso revelou-se uma surpresa para todos os participantes, com as paisagens de rara beleza a constituírem um dos pontos altos do passeio reforçando a componente ambiental das organizações do Clube.

Por se tratar de uma zona de paisagem protegida, o Clube redobrou a atenção aos requisitos legais aplicáveis, em linha com os princípios do seu novo Código de Conduta.
Além da vertente ambiental, o passeio teve também uma componente solidária através de uma contribuição dos sócios do Clube a favor dos Bombeiros Voluntários de Alcochete, para que estes possam reparar um Land Rover Defender 90 ao serviço da Corporação, que está a precisar de uma intervenção mecânica de vulto.
O Comandante Paulo Vieira agradeceu a ajuda disponibilizada pelo Clube e fez uma apresentação da Corporação, que se debate com grandes necessidades financeiras.

Cumpridos os formalismos administrativos e feito o “briefing” de segurança, o passeio começou sob um céu carregado, com a expectativa de que a chuva tornasse os caminhos um pouco menos duros e mais desafiantes em termos de condução.

A etapa da manhã foi feita através de algumas zonas de montado e pinheiro manso, com um trajecto eminentemente rolante, mas apimentado por dois troços de lama, a exigir um empenho reforçado por parte dos participantes e seus veículos, e uma ou outra utilização dos guinchos a permitir a aplicação do espírito Land Rover de entreajuda e prática de todo-terreno de forma responsável.

Após um almoço volante, a parte da tarde tinha a secção mais técnica do passeio, com a subida ao topo da Serra, a pôr à prova os dotes de condução dos participantes que optaram por fazer este troço.

No final da subida, o esforço foi recompensado pela magnífica paisagem que se avistava do alto da Serra, com a descida a incluir a passagem pela antiga Real Fábrica de Gelo, de onde era expedido este produto para abastecer a cidade de Lisboa durante os séculos XVIII e XIX.

No final de um dia pleno de belos momentos de condução e contacto com a Natureza, mesmo às portas de Lisboa, era caso para dizer “e o céu aqui tão perto”…

JOSÉ ALMEIDA

Veja o álbum fotográfico completo:
PorTerrasDeAlenquer2012

E veja também as imagens dos Reconhecimentos que foram feitos para este passeio:
Alenquer2012Reconhecimentos

DEIXE UM COMENTÁRIO