Por Terras de Santiago do Cacém 2005

Por Terras de Santiago do Cacém 2005

No dia 22 de Outubro teve lugar mais um passeio de Todo-o-Terreno Turístico organizado pelo CLRP. Inicialmente agendado para os primeiros dia do mês de Outubro, verificou-se rapidamente que, atentas as características do terreno de baixo relevo, o facto do road-book nos levar até às margens de algumas barragens e a seca extrema que se fazia sentir, a presença de água era indispensável para tirar o máximo partido do percurso. Por estas razões, foi o passeio adiado para o final do mês e em boa hora…

O sábado apresentou-se cinzento e chuvoso, de tal forma que, a abundante chuva impediu o habitual breafing, provocando a saída dos Land Rovers para a pista sem os conselhos habituais. A chuva intensa, essa, marcou presença ao longo de toda a manhã e fez da condução fora de estrada um autêntico espectáculo, com as poças de água e lama a sucederem-se umas atrás das outras.

A aposta era a realização de um passeio mais vocacionado para o contacto com a água, o que foi possível. Com efeito, a abundante chuva provocou uma ou outra pequena alteração de percurso, pois, os “batedores” foram ficando “plantados” junto das margens das barragens por onde deveriam ter rolado todos os Land Rover’s. Pena foi que as inúmeras ribeiras e cursos de água atravessados ainda não mostrassem sinal das chuvadas que entretanto tinham caído.

A aberta que se fez sentir no início da tarde possibilitou que o almoço fosse servido na barragem da Fonte Cerne, em pleno contacto com a natureza. Após o merecido almoço, a caravana deu de caras com uma subida íngreme.

Esta que, era na verdade o paredão de uma represa, terminava numa pista com cerca de 2 metros de largura seguido do precipício para a represa, o que implicava uma contenção na aceleração, de forma a poder manobrar o Land Rover naquele exíguo espaço.

Com efeito, o nosso Presidente, que desde a manhã se debatia com um problema mecânico, não ganhou para o susto, quando o Range se atravessou repentinamente, sendo necessário a intervenção de 3 guinchos para o colocar de volta à pista em segurança.

Antes de rumar para a lindíssima Cidade de Santiago do Cacém houve ainda tempo para assistir a mais uns atascanços na Barragem da Ortiga, onde o nosso associado António José aproveitou para tirar a temperatura da água, quando o seu Defender decidir ficar entre a margem e uma ilhota que a baixa das águas deixou aparecer. Ainda assim o objectivo foi superado com distinção pelo intrépido associado, com a ajuda, há que dizer, do experiente membro da Direcção José Loureiro.

Transposto o obstáculo foi necessário repor o cabo de aço nos guinchos, onde alguns contaram com a ajuda sempre prestável do Luis Lopes. O estupendo jantar servido no restaurante “O Canas /o Covas” e a simpatia da anfitriã culminaram em beleza mais um divertido dia de aventura e convívio.

DEIXE UM COMENTÁRIO