Travessia da Costa Vicentina – Maio 2010

Travessia da Costa Vicentina – Maio 2010

Dia 1 – SÁBADO

O dia começou cedinho. Às nove da manhã estávamos todos na praia de São TorpesSines,  a ajustar os últimos pormenores para começar mais uma aventura com o Clube Land Rover. Já com as coordenadas no GPS fizemo-nos à estrada! Entrámos por caminhos fora de estrada junto às praias, as vistas eram incríveis!

Por volta da uma da tarde parámos todos no parque de merendas para fazer um piquenique. O convívio é uma das partes mais giras. Com uma mesa cheia de comida (e sem formigas) conversámos com aqueles que não víamos desde o último passeio, ou até com os que decidiram vir experimentar pela primeira vez estas aventuras. Depois de encher a barriga, voltámos à estrada.

Sempre a seguir o GPS entrámos em caminhos da areia, ainda nem eu sabia o que nos esperava. Eu e o António interpretámos mal o mapa e conseguimos perder-nos do resto do grupo. Felizmente encontrámos o caminho certo, mas era tarde demais, não tinhamos os pneus suficientemente vazios e ficámos enterrados na areia.

Mas como a segurança está acima de tudo, pusemos o protector solar e fomos apanhar sol! Não tardou muito para o Miguel e a Manuela aparecerem e nos darem uma ajuda.

A partir daí, para perder a alcunha de “os atrasados”, não tirámos o pé do acelerador até encontrar o resto do grupo que já estava na praia. Escusado será dizer que travessia da Costa Vicentina não é bem feita, sem um mergulho no mar (por muito frio que esteja!).

Depois de tanta aventura, fomos todos jantar, enquanto se viam as fotografias do dia. Eu, pessoalmente, não faço estes passeios há muito tempo e adoro a parte do convívio, é sempre giro ouvir as aventuras dos outros!

Dia 2 – DOMINGO

O segundo e, infelizmente, último dia desta travessia GPS, começou pelas 9 horas em Vale da Telha, acabando em Sagres, no Hotel da Baleeira, com um delicioso almoço.

Paisagens magnificas, as da manhã de domingo. Muitas delas a concorrer às 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

Após uma paragem para o cafezinho da manhã, decidiu-se tirar uma fotografia de grupo mais à frente na praia da Barriga.

Fotografia fantástica esta, entre falésias com os LR parados à borda da praia! Foi espectacular, mas ainda mais divertido foi sair de lá! Parecia um jogo para ver quem conseguia sair mais rápido da areia! Fartámo-nos de rir! Coitado do novo Discovery 3…

O almoço foi no renovado Hotel da Baleeira, novamente oferecendo-nos uma vista espectacular e uma refeição…ui!.

Pela 15h e depois das despedidas era hora de nos fazermos à estrada para Lisboa.

Para alguns malucos, a estrada era outra. Optaram por “maus” caminhos até Sines! Toca de utilizar mais uma virtude do GPS e fazer o caminho para trás, com uns pequenos atalhos e muita areia!

EXPERIÊNCIA GPS (do ponto de vista de uma co-piloto):

Esta foi a primeira travessia que o CLRP organizou substituindo o roadbook pelo GPS. Foi uma grande ideia!

Em vez de estar atenta a um montinho de folhas, pude desfrutar de paisagens, que nem palavras tenho para descrever. Para além desse descanso, o GPS possibilitou podermos sempre voltar para trás, situando-nos no mapa. Conseguimos sempre perceber onde estamos e para onde vamos.

Gostei muito desta nova experiência e espero que seja para repetir!

MARTA RODRIGUES VIANA

Veja o álbum fotográfico completo:
TravessiaDaCostaVicentina2010

DEIXE UM COMENTÁRIO