Veteranos 2014

Veteranos 2014

Sempre gostei dos Veteranos. Talvez porque o meu primeiro Land Rover tivesse sido (e continua a ser um Veterano). Com mais de um milhão de quilómetros no motor e muitos anos ao serviço da antiga Guarda Fiscal, o meu velho Series III sempre foi um fiel amigo.

Por isso, sem grande surpresa, naquele Sábado de manhã, o velho amigo arrancou à primeira e pôs-se à estrada a caminho de Montejunto na sua toada calma de 70 Km/hora (60 a subir), porque mais depressa o ruído era tal que os ouvidos zumbiam.

Juntou-se o meu Series a outros Series, igualmente fiéis e amigos, a um Range Rover e a um Forward Control 101 para o passeio “Veteranos 2014” do Clube Land Rover Portugal, feito num percurso rolante mas poeirento, numa bela tarde já com tempo quente de final de primavera.

Partindo da Abrigada, localidade conhecida pelas suas históricas quintas, sob um sol que prometia um Verão que tarda em chegar, a caravana subiu Serra de Montejunto acima, por caminhos florestais onde imperava a beleza paisagística a qual foi preferida em detrimento de percursos mais técnicos.

Atravessada que foi a Serra pela vertente Sul, seguiu-se uma parte mais sinuosa a exigir que a famosa “manete” vermelha da caixa fosse usada. No final, depois de superados os obstáculos, podia até não ter sido utilizada mas foi melhor que o tivesse sido para proteger a mecânica.

Breve paragem se seguiu para receber os últimos ares puros da Serra e entrar em brisas de eucaliptal por onde a caravana (apesar do road book os veteranos são “animais” de grupo e gostam de viajar juntos), acabou por fazer uma pausa para o lanche, à sombra e com café à mistura.

Retomada a marcha, os caminhos traziam-nos de volta às terras de Alenquer, por entre pedreiras e levadas de água que o Tejo já se sentia por ali perto.

Os carros rolavam bem como a tarde se desdobrava em várias cores sendo de assinalar apenas e só um furo, testemunho à tenacidade das máquinas e ao “amor” a que são votados por quem os tem.
Com o pôr-do-sol a chegar a organização brindou os participantes com um jantar no Museu do Vinho de Alenquer, onde o bacalhau estava de comer e chorar por mais.

Antes do regresso, tempo houve ainda para uma distribuição de brindes sempre do agrado de quem os recebe, oferta da Motormáquina, firma sobejamente conhecida de quem tem veteranos e não só…

Um fim de tarde e início de noite digno deste passeio de Veteranos que já marca lugar cativo no calendário do Clube.
Para repetir … sem dúvida.

Veja a reportagem fotográfica:
Veteranos 2014

DEIXE UM COMENTÁRIO